NOTÍCIA
  Publicada em 20/06/2017  
  Novo Cruzeiro sedia pela primeira vez o Fórum do Vale do Jequitinhonha

Reunião do Fórum do ValeNos dias 08 e 09 de junho agricultores (as) e representantes de 21 organizações sociais se reuniram no município de Novo Cruzeiro para reunião do Fórum de Convivência com o Semiárido do Vale do Jequitinhonha (Fórum do Vale). O objetivo deste fórum é reunir representantes de associações ligadas aos movimentos sociais para debater questões relativas a convivência, conquistas, melhorias e desafios desta região.

A abertura do evento contou com a participação de moradores do município que relataram sobre a história de Novo Cruzeiro, que atualmente possui regiões bem desenvolvidas na agricultura familiar e conta com 72% da população residindo na área rural. O apoio dos movimentos sociais e políticas públicas foram apontados como importantes na contribuição da permanência das famílias no campo.

Ainda no primeiro dia foi analisado e discutido o Projeto de Lei Nº 3968 de 2016 que institui a Política de Convivência com o Semiárido de autoria do deputado estadual Rogério Correia.

Outro ponto de pauta foi o curso de Licenciatura em Educação do Campo (LEC) pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). Foi informado sobre a criação do Conselho Consultivo, que terá como objetivo discutir e propor ações para o curso. O Conselho será constituído por representantes dos movimentos sociais, instituições da sociedade social organizada, além de egressos do PROCAMPO, discentes e docentes da LEC e da UFVJM que estão envolvidos com a temática da Educação do Campo.

O deputado estadual Jean Freire também participou do evento. Ele trouxe para a análise e debate dos participantes a informação sobre a criação de um parque estadual na região de Rubim e Jacinto (MG), denominado “Parque Estadual da Pedra Misteriosa”.

Visita ao pré-assentamento

Os participantes do Fórum fizeram uma visita ao pré-assentamento “Nova Vida”, que fica localizado cerca de 7 km da sede de Novo Cruzeiro. Este local surgiu há 15 anos, onde atualmente residem 23 famílias e é um importante produtor de milho e feijão da região. Em 2017 o pré-assentamento será beneficiado com cisternas de captação de água de chuva, através do Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC), implementado pelo Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica (CAV) por meio da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA).

O tema da educação do campo continuou a ser debatido no segundo dia de evento. Além da apresentação de dados estatísticos, houve debate sobre o crescente número de fechamento de escolas rurais, o que tem levado muitos jovens a irem estudar nas escolas urbanas. “A gente perde os filhos para a cidade, por falta de perspectivas no campo”, afirmou a tutora da Escola da Terra Sueli Ramos Ferreira da Silva, de Novo Cruzeiro.

O Curso de Realidade Brasileira (CRB) também foi assunto de pauta, já que se pretende dar continuidade a esta formação no Vale do Jequitinhonha, onde já foram realizados três cursos. Na oportunidade foi apresentada a metodologia do CRB e sugeridos temas para o próximo curso, como a educação do campo e comunicação popular.

O evento foi finalizado com os coordenadores das equipes técnicas dos programas da ASA discutindo sobre a conjuntura política atual e informando sobre a execução das metas dos projetos Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC), Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) e Programa Cisternas Nas Escolas.

Os encontros deste Fórum acontecem de modo itinerante nos municípios das três microrregiões do Vale. A próxima reunião será realizada nos dias 14 e 15 de setembro de 2017 no Baixo Jequitinhonha, com o município a ser definido.

 

Por Josiane Fernandes - CAV - Turmalina

 
Seu nome Seu email
Nome do amigo(a) Email do amigo(a)
 
Rua São Pedro, 43 - Campo - CEP: 39.660 - 000
Turmalina - Vale do Jequitinhonha
Minas Gerais - Brasil
(38) 3527 1401/1658
comunicacao@cavjequi.org
Institucional:
webmail
Intranet