NOTÍCIA
  Publicada em 10/11/2017  
  CAV participa do I Seminário Regional Centro-americano na Guatemala

O técnico Alan Oliveira e o coordenador Valmir Soares, ambos do Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica (CAV), estiveram em Panajachel (Guatemala), entre os dias 22 e 28 de outubro participando do I Seminário Regional Centro-americano: Para a resiliência territorial diante das mudanças climáticas.

Este evento faz parte de uma iniciativa conjunta da Vivamos Mejor da Suíça com organizações de Honduras, Guatemala e Nicarágua. O CAV esteve como convidado para intercambiar experiências e partilhar dessa construção que se inicia.

Estiveram presentes cerca de 25 pessoas, do Centro de Apoio a Programas e Projetos (CAPRI) e Fundação Humboldt da Nicarágua, CAV do Brasil, Vivamos Mejor da Guatemala, Parque Nacional de Pico Bonito de Honduras e Vivamos Mejor Suíça, que é um parceiro financiador em comum dessas organizações. Este seminário foi realizado com o objetivo de construir um programa com estratégias de adaptação e mitigação frente as mudanças climáticas na América Central. Esta missão, oportunizou ao CAV por meio de seu técnico, a assimilação do uso de ferramentas e programas que servirão à organização no seu trabalho no Vale do Jequitinhonha, justamente no contexto da mitigação dos impactos ambientais os quais em parte estão relacionadas às mudanças climáticas.

Foram contextualizadas as realidades da América Central, sobretudo no que diz respeito àsameaças do ponto de vista climático; problemas de acesso à agua; fenômenos naturais como tempestades, furacões, vulcões e áreas de risco que necessitam de monitoramento constante e ações preventivas. Cada país apresentou sua experiência de adaptação e amenização dos impactos gerados na vida das populações em questão.

Foram realizadas visitas a campo para se conhecer melhor a realidade dos agricultores e as experiências exitosas que estão sendo desenvolvidas por Vivamos Mejor Guatemala naquela região onde se deu a realização do seminário. Houveram oficinas, onde através de um programa computadorizado foram simuladas as principais ameaças de cada região. A partir desse mapeamento, trabalhou-se as possíveis ações que poderão contribuir tanto nos processos de adaptação da população à nova realidade imposta pelas mudanças climáticas, quanto também de minimização dos problemas enfrentados em consequência dessas ocorrências, uma metodologia que aliou teoria e prática.

Alguns passos posteriores que serão desenvolvidos na América Central foram estabelecidos no sentido de implementar ações de apoio, sobretudo, à população da área rural. Iniciarão no primeiro semestre de 2018 a implementação deste programa na Nicarágua, Guatemala e Honduras, de forma que a Vivamos Mejor Suíça será o seu principal parceiro financiador.

Após a realização do seminário, o técnico Alan Santos permaneceu na Guatemala, por mais uma semana, onde houveram vários momentos de capacitação em geoprocessamento digital, análise de imagens de satélite e imagens de drones, para construção de mapas diversos de micro bacias hidrográficas. Com estas novas técnicas facilitará o trabalho do CAV na realização de estudos/diagnósticos das micro bacias antes da implementação de tecnologias sociais / projetos. 

 

 

 

Por Alan Oliveira, Josiane Fernandes e Valmir Soares

Fotos: Vivamos Mejor Guatemala

 
Seu nome Seu email
Nome do amigo(a) Email do amigo(a)
 
Rua São Pedro, 43 - Campo - CEP: 39.660 - 000
Turmalina - Vale do Jequitinhonha
Minas Gerais - Brasil
(38) 3527 1401/1658
comunicacao@cavjequi.org
Institucional:
webmail
Intranet