NOTÍCIA
  Publicada em 03/09/2018  
  Encontro de Guardiãs e Guardiões de Sementes Crioulas é realizado em Turmalina

No dia 22 de agosto foi realizado no Centro de Formação e Experimentação do Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica (CAV) um encontro com guardiãs e guardiões de sementes crioulas.

O evento contou com a presença de aproximadamente 50 participantes, dentre elas/es agricultoras/es familiares ligados ao projeto que está sendo executado pelo CAV, que visa o resgate e produção de sementes crioulas e está sendo apoiado pelo Centro de Voluntariado Internacional (CeVI) e a Associação Voz do Cerrado. Também participaram do evento: técnicos do CAV, representantes da Cáritas Regional Brasileira, Universidade Federal de Minas Gerais campus Montes Claros, EMATER, Secretaria de Agricultura de Minas Novas, EPAMIG, FETAEMG, Associações de Feirantes e Escola Família Agrícola de Veredinha.

A abertura se deu através de músicas tocadas e cantadas por alguns guardiões de sementes que fazem parte do grupo “Folia de Reis”. Através da reprodução de um programa de rádio, Anna Crystina Alvarenga, assessora da Cáritas Brasileira Regional de Minas Gerais iniciou um debate e reflexão a respeito das sementes crioulas e sementes híbridas. O histórico da agricultura e suas mudanças pós segunda guerra mundial, o agronegócio e agroquímicos também foram pautas de discussão. Alguns esclarecimentos acerca das sementes crioulas foram realizados, além de uma abordagem a respeito da Lei 10.711 de 2003 que dispõe a respeito do Sistema Nacional de Sementes e Mudas.

Também como forma de resgatar e valorizar as tradições, um almoço crioulo com comidas típicas da região foi servido aos participantes.

O professor da UFMG, Delacyr da Silva Brandão, abordou como tem acontecido as discussões sobre as sementes crioulas no meio acadêmico. E trouxe orientações técnicas sobre o cruzamento do milho e o cuidado que a/o agricultora/o deve ter com as sementes.

Através de técnicos do CAV, foi realizada uma breve explanação a respeito da execução das atividades do projeto de sementes. Podendo-se destacar a catalogação de 145 variedades de sementes crioulas, de 27 agricultores e agricultoras, dentre outras ações.

Cada guardiã/ão recebeu um certificado de reconhecimento, devido ao honroso papel que vem executando no tocante ao resgate e preservação das sementes e da agrobiodiversidade.

Em clima de muita emoção, foi inaugurada uma casa de sementes que está localizada no Centro de Formação e Experimentação do CAV. A casa foi homenageada com o nome de um camponês do município de Leme do Prado, o Sr. Pedro Alves de Castro, falecido no ano de 2009, ocasião em que ocupava o cargo de vice-presidente do CAV. Por longos anos ele foi um lutador pelas causas sociais do campo, com destaque para as sementes, as plantas medicinais e a organização das mulheres.

 

Por Josiane Fernandes Rocha

 

 
Seu nome Seu email
Nome do amigo(a) Email do amigo(a)
 
Rua São Pedro, 43 - Campo - CEP: 39.660 - 000
Turmalina - Vale do Jequitinhonha
Minas Gerais - Brasil
(38) 3527 1401/1658
comunicacao@cavjequi.org
Institucional:
webmail
Intranet